Maratona de Cartas em defesa dos Direitos Humanos


O Grupo de Filosofia, no contexto da educação para os direitos humanos, promove junto da comunidade escolar a campanha de cidadania desenvolvida pela Amnistia Internacional (AI) Maratona de Cartas, já reconhecida como um dos maiores eventos de promoção dos direitos humanos.

Esta atividade decorrerá no espaço da Biblioteca, na próxima segunda feira, dia 11, aproximando-se assim da data de comemoração da aprovação pela ONU da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) – 10 de Dezembro de 1948.

Toda comunidade poderá participar, procedendo à escolha de um caso e à redação de uma carta, para a qual já existe um modelo definido pela Amnistia Internacional.

Em 2016, a Amnistia Internacional recolheu o total de 4 660 774 de petições e cartas em 180 países e territórios de todos os continentes do planeta, incluindo 265 665 em Portugal (uma taxa de crescimento de 54% em relação a 2015).

Para a edição de 2017, a Amnistia Internacional conta já com a inscrição de 120 escolas e 8 universidades portuguesas e espera superar o número de cartas em defesa dos 5 casos selecionados, alcançando 300 000 assinaturas.

Acreditamos que a realização deste evento marcará de forma indelével todos aqueles que nele participarem.

Todos ficamos com a noção da importância de como um gesto tão simples pode contribuir para a dignidade do ser humano.”#MaratonaDeCartas #EuAssino

Para mais informações sobre a campanha, consultar:

https://www.amnistia.pt/maratona-cartas-2017-inicia-hoje-um-novo-desafio

António Bispo
Cristina Ferreira